O que não pode faltar no prato da gestante



Os alimentos consumidos durante a gravidez fornecem a energia e os nutrientes necessários para o bebê se desenvolver. Por isso, o cardápio das gestantes precisa ser rico e variado. Não podem faltar cereais, leguminosas, laticínios, carnes, peixes, hortaliças e frutas. Confira as vantagens de cada um deles:

Grãos e cereais (pães, arroz, aveia e massas)
Alimentos preparados com farinhas de trigo e milho são uma boa pedida, pois elas são enriquecidas com ácido fólico, uma vitamina que previne defeitos congênitos, principalmente no cérebro e na medula espinhal.

Leguminosas (feijão, grão-de-bico e soja)
Contêm ferro, um nutriente que reduz os riscos de anemia e, por isso mesmo, não pode ficar ausente do cardápio das grávidas.

Laticínios (leite, queijo e iogurte)
São excelentes fontes de proteína e também de cálcio, um mineral que contribui para a formação dos ossos e dentes do bebê.

Carnes magras, aves e peixes
Vitaminas do complexo B, ferro e especialmente proteínas – todos essenciais para o desenvolvimento do feto – são encontrados nesses alimentos.

Hortaliças
Tomate, ervilha e brócolis são também fontes de ácido fólico, a vitamina do complexo B que previne a malformação do tubo neural, que afeta o cérebro e a medula espinhal da criança.

Frutas
São ricas em fibras, por isso ajudam a regular o trabalho do intestino e previnem a prisão de ventre durante a gravidez.



Fonte: http://bebe.abril.com.br/gravidez/alimentacao/conteudo_243927.php?newslog=/newslog/periodicas/semana-29/link-alimentacao/conteudo_243927.php
.

Comentários