Preparos para uma gravidez saudável

Os tempos mudaram, mas ser mãe ainda é o sonho de muitas mulheres. Ter e criar um filho, apesar do trabalho, dá uma imensa satisfação e realização para os pais. E o planejamento é a primeira etapa para uma gestação mais tranquila e um parto bem sucedido, além é claro, de garantir a saúde da nova vida.

"Para quem quer engravidar, a saúde oral é importante no sentido de se fazer uma consulta preventiva para se evitar futuros problemas como possíveis cáries ou até alguma infecção crônica. Afinal, saúde começa pela boca", afirma o dentista Leo Tominaga.

Ele sugere que os problemas bucais sejam resolvidos antes da gestação, já que alguns exames não são recomendados para as futuras mães. "Antes da gravidez é importantíssimo fazer um exame clínico e radiográfico porque na gestação (principalmente nos primeiros três meses) deve-se evitar a utilização de exames raio x e o uso de anestésicos. Esse tipo exame serve para se diagnosticar possíveis cáries e doença de gengiva mais comum e muitas vezes mais exacerbada com a gravidez".

Quando os problemas nos dentes ou gengiva só são descobertos durante a gestação, o jeito é tomar alguns cuidados. "Não há contra indicação para o tratamento odontológico de gengivite ou periodontite por exemplo. Se for inadiável realizar o tratamento isso só deve ser feito com consentimento médico e o raio x deve ser aplicado com toda proteção necessário, como utilizar colar cervical e manta de chumbo. Prefira o raio x digital, que gera uma incidência de radiação 90% menor".

Arnaldo Cambiaghi, especialista em infertilidade, explica que o único pré-requisito para ser uma gestante saudável é estar com o organismo bem cuidado. "A paciente que pretende engravidar deve estar bem fisicamente e clinicamente. Deve estar com peso ideal e um IMC (Índice de Massa Corporal) ao redor de 25. O peso ideal é medido pela quantidade de gordura existente no corpo. Essa avaliação é fornecida pelo IMC. O cálculo tem a mesma interpretação em todo o mundo, e é feito pela seguinte fórmula: peso (em quilogramas) dividido por altura (em metros) ao quadrado".

Na hora de engravidar, o emocional também merece atenção. "A decisão de ter filhos, iniciar o projeto familiar, é um momento de vida muito especial para os casais. Tanto a maternidade como a paternidade oferecem oportunidades para que se desenvolvam aspectos pessoais da personalidade, assim como, fortaleçam os vínculos conjugal e familiar. No processo de gestação, a mulher passa por profundas transformações, não só físicas como também emocionais. Assim, é importante que sejam conhecidos alguns destes aspectos, pois muitos sintomas podem ser acentuados ou aliviados em função da capacidade da grávida lidar com as próprias emoções", diz Arnaldo.

Outra boa dica é malhar. Além de tornar as futuras mamães mais fortes, resistentes e bem dispostas, os exercícios físicos podem ajudá-las antes, durante e depois do parto. "A gravidez é um estado pleno de novas energias e de saúde. Quanto mais saudável e ativa a mulher se mantiver, maiores serão as chances de uma gravidez sem complicações, de um parto mais fácil e mais tranqüilo, e de uma melhor recuperação no pós-parto", diz o especialista em infertilidade.

A dieta, que pode inclusive interferir na questão emocional, deve ser mais saudável quando se quer engravidar. Leo aconselha as pacientes a ingerirem menos carboidratos refinados, como doces, achocolatados e refrigerantes. E Arnaldo recomenda que as mulheres pensem no bebê e se alimentem bem, com proteínas, carboidratos e gorduras.


 
Fonte: http://vilamulher.terra.com.br/preparos-para-uma-gravidez-saudavel-8-1-52-37.html
.

Comentários