Prevenção de acidentes com crianças

Atenção mamães! Quando o assunto é criança, todo cuidado é pouco. Um estudo da ONG Criança Segura constatou: o número de mortes de crianças até 14 anos, causadas por acidentes, caíram 17% em sete anos. Para a avaliação, foram considerados os anos de 2000 a 2007, dados mais atuais divulgados pelo DATASUS/Ministério da Saúde.

Apesar da evolução, comemorada pela organização, o desafio da prevenção dos acidentes com crianças permanece: trânsito, afogamentos, sufocações, queimaduras, quedas, intoxicações e outros.

Em 2000, 6.656 crianças morreram vítimas de acidentes em nosso país. Esse valor representa uma taxa de 13,20 por 100 mil habitantes. "Embora os dados sempre devam ser analisados com critério, uma vez que a notificação dos óbitos é obrigatória, mas a notificações das lesões que geram internações ou atendimentos nos pronto-socorros ainda não o são, a diminuição é sempre comemorada, assim como a atuação da ONG, que certamente tem um importante papel nesse resultado" comenta a cirurgiã-pediátrica e Presidente do Conselho da organização, Dra Simone Abib.

Ainda segundo a cirurgiã, para cada morte, quatro crianças ficam com sequelas permanentes, representando um ônus pessoal, familiar e para a sociedade de proporções inimagináveis, que também seria evitado com as medidas preventivas.

Estudos americanos revelam que 90% destes acidentes poderiam ser evitados. Por este motivo, inúmeras medidas de prevenção devem ainda ser adotadas e reforçadas como a disseminação de informações sobre o tema, mudança de comportamento, políticas públicas que assegurem infra-estrutura e ambientes seguros para o lazer, legislação e fiscalização adequada.

A fim de alertar o público e ampliar o debate sobre o tema, a ONG Criança Segura instituiu a data, de 30 de agosto como do Dia da Prevenção de Acidentes com Crianças. A organização está fazendo um convite especial aos seus parceiros e instituições de todo o Brasil para que todos possam aderir à campanha e unir esforços em benefício da causa.

Fases do Desenvolvimento X Acidentes

Ao longo dos primeiros anos de vida, a criança passa por diversas fases, com características e necessidades diferentes dos adultos. É com o passar do tempo, que os pequenos passam a desenvolver suas habilidades motoras, cognitivas, sensoriais. Mas enquanto esse processo não está completo, a criança fica vulnerável a uma série de perigos exigindo, portanto, cuidados especiais e atenção total. Por este motivo, a ocorrência de acidentes está diretamente ligada ao desenvolvimento infantil.

Não desgrude os olhos da criançada:

Não deixe medicamentos e produtos de limpeza no alcance das crianças;
Tire os objetos pontudos do caminho;
Coloque redes de proteção nas janelas e varandas;
Não deixe a criança sozinha na banheira;
Conserve a tampa do vaso sanitário sempre fechada;
Remova todos os brinquedos e travesseiros do berço enquanto o bebê estiver dormindo;
Evite móveis de vidro ou outro material frágil;
Dê brinquedos de acordo com a idade da criança e verifique se não há peças pequenas que possam ser engolidas;
Ao passear de carro, utilize sempre a cadeirinha adequada à idade da criança


Por: ONG Criança Segura
Publicado em: 30/08/2009
Fonte: http://www.semprematerna.com.br/diario-materna/dia-prevencao-acidentes-criancas
.

Comentários