Silicone e amamentação


Silicone no seio atrapalha a amamentação?

Os riscos são pequenos e dependem de dois fatores: o tamanho da prótese e o local onde ela é implantada. Não há problema se o silicone for colocado por trás do músculo peitoral. O mais comum, porém, é o implante dentro do seio, à frente do músculo, entre ele e as glândulas mamárias.

Acredita-se que, assim, o resultado final fica mais bonito. Neste caso, se a prótese for maior que o recomendado, pode comprometer a produção de leite. Isso já aconteceu com pacientes minhas, afirma o obstetra Alcides Vara, da Maternidade Pro Matre, em São Paulo.

Segundo o também obstetra Abner Lobão, da Escola Paulista de Medicina, houve casos, nos Estados Unidos, de vazamento do silicone que, misturado ao leite, acaba ingerido pelo bebê, podendo obstruir seu esôfago. Mas as chances de isso acontecer são mínimas, diz ele.

1. Há dois locais onde o implante de silicone pode ser colocado: por trás do músculo peitoral, ou entre ele e as glândulas mamárias

2. Esta segunda opção é a preferida por motivos estéticos, mas se a prótese for grande demais comprime os canais por onde passa o leite, o que pode reduzir sua produção
Fonte: http://super.abril.com.br/superarquivo/2000/conteudo_119005.shtml

Comentários