Automassagem ajuda a fortalecer vínculo entre mãe e bebê, diz estudo




Oitenta gestantes que fizeram automassagem com óleo, seguindo movimentos circulares na barriga, ao som de trilha sonora relaxante, relataram sensações e uma série de benefícios, como o fortalecimento do vínculo entre a mãe e o bebê, a melhora na qualidade do sono, o resgate da feminilidade e o aumento da autoestima.

O resultado faz parte de um estudo conduzido pela Natura, em conjunto com uma equipe multidisciplinar da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e profissionais liberais.

O obstetra Hugo Sabatino, professor da Unicamp, disse que o estudo é importante para abrir caminho a fim de investigar outros processos que deveriam ser levados em conta pela medicina. "Atualmente, as mulheres estão tão ocupadas que acabam deixando essas coisas de lado. Quando encontram tempo para isso, sentem-se melhor."

"O momento da automassagem era de consciência da gravidez: uma sensação de conexão mais forte até mesmo do que ver o bebê no ultrassom." Quem conta isso é a dona de casa Cláudia Helena da Silva, de Campinas, que participou da pesquisa quando estava na 22ª segunda semana de gestação. "Sentia-me relaxada e dormia mais e melhor nos dias em que fazia a massagem. O sono era mais reparador."


Fonte: UOL Ciência e Saúde

Comentários