Tipos de anestesia nos partos


Há vários tipos de anestesia utilizados em partos. O mais usado em partos normais é chamado de analgesia. Ela tira a dor, mas não elimina a capacidade de movimentação da parturiente, o que permite a ela ajudar no trabalho de parto, fazendo a força necessária para que o bebê nasça. O anestésico é injetado no espaço peridural, ou seja, na periferia do "estojo" que guarda a medula espinal, local por onde passa a informação da dor que é levada ao cérebro.

Outro tipo é a chamada anestesia raqui, também conhecida como raquidiana, em que o anestésico é injetado dentro do próprio "estojo", no líquor. A raqui funciona mais rápido que a anestesia peridural, mas traz um problema: a paciente não consegue mexer nenhuma parte do corpo abaixo do umbigo. Assim, ela não participa do trabalho de parto nem consegue ajudar na aceleração das contrações que antecedem o nascimento do bebê.

Há ainda dois outros tipos de anestesia que podem ser utilizados na hora do parto. Um é a geral, só usada em casos excepcionais, em cesarianas, pois os anestésicos são prejudiciais ao bebê. E o outro é a anestesia local, que atinge apenas o períneo, a região entre a vagina e o ânus. Ela pode ser usada para diminuir a dor da episiotomia, como é chamada a incisão feita na região para facilitar a saída do bebê.



Fonte: http://galileu.globo.com/edic/103/sem_duvida1.htm
.

Comentários