10 passos para uma participação efetiva e afetiva do Pai no Aleitamento Materno.

1- Às vezes a mulher pode se sentir insegura de sua capacidade de amamentar. Seu apoio será fundamental nessas horas;

2- Mesmo que seja difícil aceitar, lembre-se de que a amamentação é um período passageiro. Dê prioridade ao (à) seu(sua) filho(a);

3- Sua presença, carícias e toques durante o período de aleitamento são fatores importantes para a manutenção do vínculo afetivo do trinômio: mãe + filho (a) + pai;

4- No período de amamentação é pouco provável que sua mulher tenha tempo para cuidar de outras coisas, então entenda que as necessidades do recém-nascido são prioridades nessa fase;

5-Coopere nas tarefas do bebê na medida do possível: trocar fraldas, ajudar no banho, vestir, embalar etc;

6- Mantenha-se sereno sentir ciúmes do (a) seu (sua) filho (a) é natural, mas não o demonstre;

7- Procure ocupar-se mais dos outros filhos (se tiver);

8- Mantenha o hábito de acariciar os seios de sua mulher;

9- Fique atento às variações do apetite sexual (normalmente diminuído) de sua companheira;

10- Não traga para casa latas de leite, mamadeiras, chupetas, bicos de silicone, cigarros e bebidas alcoólicas


Grupo Interinstitucional de Incentivo ao Aleitamento Materno da Bahia, 1985- Revisto e atualizado em 2010 pelo médico pediatra Dr. Marcus Renato de Carvalho. http://www.aleitamento.com/.

Comentários