Pilates para Gestantes

Durante a gravidez as mulheres sofrem alterações psicológicas e físicas. No que diz respeito ao lado físico, muitas mulheres sentem limitadas. A mudança do corpo faz perder a elasticidade, e também manter a posição é muito difícil de alcançar quando a gravidez avança.

Por este motivo, é muito importante o acompanhamento desde o início dos meses de gravidez, um tipo específico de atividade física durante a gestação (pré e pós-parto). O exercício regular promove o desenvolvimento saudável da gravidez para manter peso, fortalecer músculos e estimular a circulação sanguínea.

Os movimentos do Método Pilates com a assistência de um profissional competente, reuniu todas as qualidades e os requisitos que as mulheres têm uma gravidez saudável e parto sem complicações.

Os movimentos de Pilates podem ser benéficos para a futura mamãe ajudando a manter uma boa postura, aliviar algumas das habituais dores e ser mais conscientes das mudanças no seu corpo. As técnicas são aplicadas em função das necessidades de cada fase gestacional e as mudanças na energia ocorrem dia a dia.

Sendo um leve programa de exercícios concebido para fortalecer e tonificar mais os músculos por um suave alongamento, condicionamento cardiovascular permite fortalecimento muscular, aumento da flexibilidade, melhora na postura, coordenação, respiração e concentração.


Através da prática do método Pilates a gestante poderá conhecer melhor o seu corpo e aprender a “ouvir” as suas mensagens e assim dominar melhor seus movimentos. Os benefícios da prática de exercícios durante a gravidez são:


Durante a gravidez:

- Reforço da parede abdominal, o que irá favorecer a eliminação do trabalho de parto.
- Prevenção da separação anormal da parede abdominal músculos.
- Diminuição da curva lombar causado pelo aumento da dimensão e peso do abdômen.
- Diminuir as tensões geradas nos músculos através de alongamento e relaxamento.
- Reforço dos músculos das pernas, estimulando a circulação sanguínea.
- Reforço dos músculos do braço para ajustar a posição de um aumento de peso e volume do peito.
- Melhoria do sono e concentração
- Melhoria da mecânica respiratória devido a uma melhor oxigenação dos tecidos e bebê.


Durante o parto:

- Benefícios para o nascimento. Nascimentos mais curtos, menos cesariana.
- Sensibilização das posturas corporais durante o trabalho de parto.
- Maior resistência ao relaxamento.


Após o parto:

- Rápida recuperação pós-parto, o reforço da zona abdominal.
- Redução dos sintomas de incontinência, a melhoria da circulação e constipação.


A prática de Pilates é absolutamente contra-indicada em certas circunstâncias, tais como hipertensão ou doença cardíaca, ruptura prematura de membranas, parto prematuro, habitual aborto, hemorragia, diabetes materno, doença pulmonar. Em casos de hipo ou hipertireoidismo, hipertermia, anemia, fadiga extrema, contrações uterinas ou obesidade excessiva é aconselhável a prática do método uma vez que é previamente autorizada pelo médico.


Fontes:
- Metodopilates.net
- Pilateswellnessandenergy.com
- Pilatesrodrigonano.wordpress.com
.

Comentários

  1. Maylu seu blog está muito bom. E sem dúvida o Pilates TAMBÉM está presente na gestação. Com exercícios aproperiadamente adaptáveis a esas mamães é possível benefícios maravilhosos no pré, pós e até mesmo no parto, desde que devidaente orientada por profissional competente e com experiência com este público tão especial!! Bjos Carol

    ResponderExcluir

Postar um comentário