Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Comer peixe na gravidez reduz riscos de depressão pós-parto

Imagem
Pesquisadores da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, descobriram que gestantes que ingerem peixes gordurosos como o salmão, ricos em ômega 3, reduziram as chances de desenvolver depressão pós-parto, como divulgou o jornal Daily Mail na quarta-feira (13).
O estudo acompanhou 52 gestantes, sendo que metade consumiu placebo e a outra metade recebeu cápsulas de ômega 3 cinco vezes na semana, a partir da 24ª semana de gravidez. Após o nascimento da criança, as que ingeriram o ômega 3 se saíram melhor ao responder um questionário desenvolvido para identificar os sintomas da depressão pós-parto.

A depressão pós-parto afeta cerca de 13% das novas mães e o ômega 3 teria a capacidade de proteger a saúde mental das mulheres. Todavia, a ingestão excessiva de peixes gordurosos durante a gestação pode prejudicar o desenvolvimento do bebê, sendo, portanto, necessário o equilíbrio na dieta. "O consumo deve ser obtido com o consumo de alimentos para poder atingir o potenc…

Somos mamiferozinhos

Imagem

Somos mamíferos

Imagem

Qualquer semelhança não é mera coincidência: Somos todos Mamíferos!

Imagem
Texto muito interessante da Enfermeira Consultora em Amamentação Grasielly Mariano - www.lactare.com Amigas mamães e profissionais de saúde,

Durante uma pesquisa em busca de um estudo sobre o colostro humano eu me deparei com este artigo técnico. Julgo ser muito interessante, apesar de falar sobre vacas e seus bezerros. Vocês devem estar se perguntando porque eu faria um post para falar do leite de vaca, não é? Estou promovendo o leite de vaca? SIM! Sim, sim.  Sou defensora do leite de vaca, mas para os bezerros, não para os humanos!

Exceto por alguns parágrafos, o discurso feito pela autora poderia facilmente ter o nome Vaca substítuído por Mulher e Bezerro por Bebê Humano (Por favor, isto não é uma ofensa. Pense na natureza, na vida e do quanto somos tão animais quanto as vacas). Cada espécie com o seu alimento. Nunca vi na natureza um mamífero mamando em animal de espécie diferente (exceto por situações de catástofres). Uma zebra sendo amamentada por uma vaca, por exemplo.

Passo a Passo da Gravidez Por Dentro Video em 3D

Imagem

Conjuntivite em crianças e bebês

Imagem
A conjuntivite é a inflamação da membrana ocular, acompanhada de vermelhidão e secreção. A causa da conjuntivite pode ser infecciosa, alérgica ou tóxica.
A conjuntivite infecciosa é transmitida, mais freqüentemente, por vírus ou bactérias e pode ser contagiosa. O contágio se dá, nesse caso, pelo contato. Assim, estar em ambientes fechados com pessoas contaminadas, uso de objetos contaminados, contato direto com pessoas contaminadas ou até mesmo pela água da piscina são formas de se contrair a conjuntivite infecciosa. Quando ocorre uma epidemia de conjuntivite, pode-se dizer que é do tipo infecciosa.
A conjuntivite alérgica é aquela que ocorre em pessoas predispostas a alergias (como quem tem rinite ou bronquite, por exemplo) e geralmente ocorre nos dois olhos. Esse tipo de conjuntivite não é contagiosa, apesar de que pode começar em um olho e depois se apresentar no outro. Pode ter períodos de melhoras e reincidências, sendo importante a descoberta da causa da conjuntivite al…

HOMENS na GESTAÇÃO e na AMAMENTAÇÃO

Imagem

Ajudem Jamille!

Imagem
Uma cadeira de rodas infantil para Jamille, uma menina de 8 anos, que mora na Massaranduba - Salvador. Ela tem um problema nos ossos e não pode andar pois os ossos se quebram! Clique nesse link e faça uma doação para ajudar!
http://www.vakinha.com.br/Vaquinha.aspx?e=35258

Sentimentos maternos podem afetar bebês

Imagem
Todas as mudanças que ocorrem durante o período de gestação e até mesmo depois do bebê nascido, podem trazer alterações no humor e nos sentimentos das mamães, o que é normal!

Essas mudanças podem até mesmo vir a causar a depressão pós-parto, por isso fique atenta, mamãe! Foi realizada uma pesquisa na Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, que estudou a relação entre esses sentimentos das mamães e as respostas psicológicas ao choro dos bebês. Durante o estudo, foi observado a atividade cerebral das mães após ouvirem o choro gravado dos seus próprios filhos, de terceiros e delas próprias.

Entre essas mamães que passavam por algum momento, como a depressão, demonstraram que os seus sentimentos passam para o bebê, quando demoram para atender suas necessidades. A tristeza que ocorre, e qualquer outro sentimento envolvido transmiti ao bebê o que a mamãe está passando, podendo até, comprometer o laço afetivo entre eles.

Fonte: http://cordvida.blogspot.com/2011/03/os-se…

COLOSTRO é a 1ª VACINA do BEBÊ

Imagem
O colostro está presente desde o início da gestação e é capaz de sustentar o RN até a descida do leite.
Embora o colostro aparente ser um “soro”, uma “secreção incolor” ou meio amarelada, é riquíssimo em ANTICORPOS (imunoglobulinas) – 17 vezes mais que o leite materno.
O colostro é o precursor do leite materno, permanece de um a três dias, e metade de sua quantidade protéica é composta de fatores imunológicos que são passados para a criança e protegem todo o sistema intestinal, digestivo e pulmonar. Ele defende o recém-nascido do meio ambiente e das agressões bacterianas e virais. O colostro é laxante, ajuda a expulsar o mecônio (as fezes intra uterina) prevenindo a icterícia fisiológica.
Fonte: Prof. Dr. Marcus Renato de Carvalho
www.aleitamento.com
Imagem

Uma em três mulheres dá à luz sem ajuda especializada

Imagem
Relatório feito pela ONG britânica Save the Children estima em 48 milhões de mulheres sem assistência O relatório estima que, se houvesse mais 350 mil parteiras no mundo, elas poderiam salvar a vida de 1 milhão de bebês anualmente. Enquanto na Grã-Bretanha apenas 1% das crianças nasce sem que o parto seja assistido por especialistas, essa porcentagem sobe para 94 na Etiópia e para 76 em Bangladesh. “Não deveria ser algo complicado: alguém que saiba como secar o bebê corretamente e a ajudá-lo a respirar pode fazer a diferença entre sua vida e morte”, diz Justin Forsyth, executivo-chefe da Save the Children. A ONG cobra ações da ONU e de governos doadores a países subdesenvolvidos, pedindo que apoiem e financiem o treinamento de mais parteiras. Segundo o relatório, a asfixia ao nascer é responsável por mais mortes de bebês do que a malária. “Com treinamento e equipamentos corretos, parteiras podem monitorar a frequência cardíaca do feto e identificar problemas d…

Estudo mostra relação entre crescimento do cérebro e amamentação

Imagem
O crescimento cerebral em bebês está diretamente ligado à energia "investida" pela mãe. É o que diz um estudo publicado nesta segunda-feira, 28, realizado com 128 espécies de mamíferos, incluindo seres humanos. Os resultados mostram que o desenvolvimento do cérebro tem forte relação com a duração da gravidez e com o tempo de amamentação. 
Segundo a pesquisa da Universidade de Durham, no Reino Unido, quanto mais longo o período de gravidez e de amamentação, maior é o crescimento do cérebro. Os pesquisadores afirmam que os resultados reforçam a hipótese de que a amamentação é crucial para o desenvolvimento cerebral dos recém nascidos. 
Publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences, a pesquisa ajuda a explicar porque os humanos, que amamentam seus bebês por até três anos, têm um período tão longo de dependência, necessário para garantir o crescimento do cérebro, que tem em média 1300cm³.
Em comparação, espécies como os veados, que têm aproximadamente o …

Shantala no Estrelas

Imagem

Rede Cegonha – qualificação da assistência da saúde da mulher e da criança

Imagem
O programa Rede Cegonha, lançado esta semana (28) pela presidenta Dilma Rousseff, em Belo Horizonte, vai ampliar a atenção à saúde da mulher, com foco no planejamento familiar, na gravidez, no parto e pós-parto, assim como o cuidado até o segundo ano de vida da criança. Até 2014, serão investidos R$ 9,4 bilhões do orçamento do Ministério da Saúde, aplicados na construção de uma rede de cuidados para a mulher e para as crianças de até dois anos. 
Este investimento, de acordo com o Ministério, vai atingir toda a rede que começa pela unidade básica de saúde, passa pelos exames do pré-natal, pelo transporte seguro, até o parto nos leitos maternos do Sistema Único de Saúde (SUS). Para criar a rede, o governo informou que investirá recursos na criação de novas estruturas de assistência e acompanhamento das mulheres e reforço na rede hospitalar convencional. Outras novas estruturas previstas no programa são as Casas da Gestante e do Bebê e os Centros de Parto Normal, que deverã…

Salve a Obstetrícia

Imagem

Yoga para gestantes e baby yoga

Imagem