Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

O Quarto de Enzo: Cebolinha Turma da Mônica

Imagem

Eu e Enzo - 33 Semanas

Imagem
" Ninguém pode contrapor 
Este conceito profundo: 
Mãe é uma ilha de amor 
No mar revolto do mundo "
(Luiza Maranhão)

US de 16.07.12 - 34semanas e 4dias

Imagem
Estou no final do meu atestado (15 dias deitadinha de repouso) pois ainda estou apresentando picos hipertensivos... Enzo quer ser apressadinho! Por isso tenho que descansar para "segurar" ele até o tempo certo! Hoje eu fiz uma US para verificar o Líquido Amniótico que eu estava perdendo há alguns dias... estou com 34 semanas e 4 dias! E deu até para ver o rostinho de Enzo! Ele é bochechudo e cabeludo! Já está cefálico (encaixadinho de cabeça para baixo) e pesa mais de 2,5 kg!!
Ele é todo lindooo!!
Imagem
"A nossa sociedade custa muito a reconhecer que os bebês precisam de colo, contato, afeto; que precisam da mãe. É preferível qualquer outra explicação: a imaturidade do intestino, o sistema nervoso... Prefere-se pensar que o bebê está doente, que precisa de remédios. Há algumas décadas, as farmácias espanholas vendiam medicamentos para cólicas que continham barbitúricos (se fazia efeito, claro, o bebê caía duro). Outros preferem as ervas e chás, os remédios homeopáticos, as massagens. Todos os tratamentos de que tenho notícia têm algo em comum: tem de tocar no bebê para dá-lo. O bebê está no berço chorando; a mãe o pega no colo, dá camomila e o bebê se cala. Teria seacalmado mesmo sem camomila, com o peito, ou somente com o colo. Se, ao contrário, inventassem um aparelho eletrônico para administrar camomila, ativado pelo som do choro do bebê, uma microcâmera que filmasse o berço, um administrador que identificasse a boca aberta e controlasse uma seringa que lançasse um jato de ca…

A gravidez por dentro - Semanas 28 a 37

Imagem
Imagem

Semanas x Meses

Imagem

Retrospectiva 1º Trimestre

Imagem
Era para ter feito esse post há muito tempo atrás... mas o trabalho (e a preguiça) me impediram... de qualquer maneira segue aqui um breve relato do que vivenciei no meu primeiro trimestre de Gravidez. Dizem que no primeiro trimestre a gente quase não nota que está grávida... bom, eu realmente até esquecia em alguns momentos quando tava "azuadinha" com a quantidade de trabalho que tinha que fazer, mas na grande maioria do tempo os enjôos não me deixavam esquecer da gestação! Como enfermeira obstetra eu estava consciente de todo processo que ocorre no corpo... todas as mudanças... isso é bom e ruim! Pois eu já sabia exatamente quais desconfortos eu poderia ter e olha que maravilha (not!) eu fui contemplada com quase todas as possibilidades que uma grávida pode ter! 
* Fisicamente: - Enjoos diários (e não era só de manhã não! O dia todo mesmo!) - Dor de Estômago (Devido a tanto enjoar e vomitar!) - Hipotensão (Pressão baixa dá uma moleza... um soninho...) - Sonolência (Juntando…