28 de junho de 2012

32 semanas

Enzo já está com 2kg!!!!
Saiba mais sobre o que estou vivendo nessa 32ª semana de gravidez!
:)
Seu bebê pesa aproximadamente 1,7 quilo, e tem cerca de 42 centímetros de comprimento. Embora os pulmões estejam entre os últimos órgãos do bebê a amadurecer, seu filho já inspira o líquido amniótico, treinando para respirar e exercitando os pulmões. É possível enxergar o movimento da respiração num exame de ultra-somCabelo grosso ao nascer não quer dizer necessariamente que a criança vá ter cabelo grosso mais tarde, mas bebês que nascem com o cabelo bem fininho tendem a ter cabelo fino quando adultos.  Se você estiver esperando um menino, os testículos dele devem estar descendo do abdome para o saco escrotal. Às vezes, no entanto, um dos testículos -- ou os dois -- não está na posição certa quando o bebê nasce.  Em dois terços dos casos de meninos que nascem com criptorquidia (testículo que não desceu), o problema se resolve sozinho até o primeiro aniversário. É provável que você esteja engordando até meio quilo por semana. Isso acontece porque nas últimas sete semanas de gravidez o bebê ganha metade do peso total que terá ao nascer. É bom garantir, portanto, que você esteja comendo bem nesta reta final.  "

Sua gravidez
Haja coração! Esse órgão, a partir desta semana, trabalha um quarto mais rápido do que o convencional para dar conta do volume de sangue que aumentou cerca de 2,5 litros. Momento de intensificar as visitas ao obstetra. Se antes a rotina de exames era mensal, agora será bem mais agitada. Nessas ocasiões, converse com o médico sobre os sintomas que merecem atenção redobrada na reta final. Ele explicará que os sangramentos, as dores de cabeça e alguns tipos de contração podem ser sinais de alerta. Ao voltar da consulta, não deixe de conferir os preparativos para a chegada do bebê. Além dos acessórios básicos, você já comprou algum brinquedo para ele? Mime-o da maneira certa, escolhendo o mais adequado para cada fase. Vocês vão se divertir muito juntos. "

20 de junho de 2012

Dia Mundial da Doença Falciforme - 19/06


Ontem eu tive a oportunidade de participar do Dia Mundial da Doença Falciforme. O CERDOFI - Centro de Referência em Doença Falciforme de Itabuna realizou uma campanha educativa e atividades diversas como parte das comemorações do Dia Mundial da Doença Falciforme. Foram realizadas oficinas e apresentações culturais voltadas para a informação e entretenimento dos portadores da doença e de seus familiares. Participei da Oficina sobre Gravidez na Adolescência e Doença Falciforme, onde abordamos sobre as complicações que uma gravidez (planejada ou não) pode trazer a portadora da doença, bem como os métodos contraceptivos que podem ser utilizados e reforçamos a importância do sexo seguro.
O CERDOFI fica na: Rua Miguel Calmon, nº 95, centro
Eu (e Enzo) e a enfermeira hematologista e hemoterapeuta coordenadora do CERDOFI - Michelle Menezes. Uma profissional extremamente competente e dedicada que admiro muito! Parabéns pelo seu trabalho Michelle! Adorei ter participado do evento e espero voltar mais vezes viu?
Dra. Fábia, Eu (e Enzo de novo!) e Dra. Teresa Cristina - Duas profissionais maravilhosas que desempenham um trabalho dedicado no CERDOFI.
Parabéns para toda equipe multiprofissional do CERDOFI pelo belíssimo trabalho!! 


Saiba mais sobre o trabalho do CERDOFI
Em Itabuna o Cerdofi atende 457 pacientes que são acompanhados constantemente pela equipe médica multidisciplinar da unidade e, na Bahia o número de pacientes que nascem comesta patologia é de 1 para cada 600 nascidos vivos.Segundo Michele Menezes Souza, coordenadora no centro de referência, a missão do Cerdofi é diagnosticar precocemente a anemia falciforme reduzindo a morbi-mortalidade pela doençamelhorando a longevidade e qualidade de vida desses pacientes.Ela informa aindaque os participantes das atividades do Dia Mundial da Doença Falciforme receberão alimentação e kits com utensílios para ajudar no tratamento da doença. O trabalhoquemobilizará toda equipe de saúde integrada por hematologistasenfermeirosfarmacêuticospsicopedagogasassistentes sociaiseducadora físicapneumologistaneuropediatrafisioterapeutapromoverá também a atualização do cartão de vacinas básicas para as crianças.
que é?
doença falciforme é uma das patologias genéticas mais comuns em nossa população, e apresenta nosprimeiros anos de vidamanifestações clínicas que devem ser observadas. De origem africanaseu surgimento éatribuído ao processo de seleção genética que protegeu a população da malária.
No Brasil, desde o período do império, a doença foi trazida pelos escravos - por este motivo ela é mais freqüente onde a influência dos escravos foi maior, especialmente no Nordeste, Rio de Janeiro e Minas Gerais). Hoje, devido à grande miscigenação da nossa população, ela pode ser encontrada em todos os segmentos raciais do Brasil.
A principal característica da doença é fazer com que as hemácias (células do sangue) nascidas defeituosas se adaptem as paredes dos vasos sanguíneos, obstruindo-os e dificultando a circulação do sangue, levando o paciente a uma crise de extrema dor. Daí a importância de seu diagnóstico precoce através do teste do pezinho, realizado no quinto dia de vida do recém-nascido, bem como do tratamento adequado e do acompanhamento especializado.

Já falei anteriormente sobre a Doença Falciforme aqui na página: http://www.maylu.com.br/2011/06/campanha-do-laco-laranja.html

Saiba mais sobre a Doença Falciforme:

14 de junho de 2012

Curso de Gestante da Farmácia Velanes - 19.06.12


Na próxima semana haverá na Farmácia Velanes um Curso de Gestantes com aulas ministradas por um Obstetra e um Pediatra.
Como informação nunca é demais e falar de gravidez e bebês fofos é o meu assunto favorito, acho uma boa oportunidade participar não como enfermeira, mas como barriguda né? (isso sem falar que haverá sorteio de brindes!!).
Mas eu não vou sozinha... vou levar minha amiga Núbia (aquela que eu já contei aqui que engravidamos na mesma época sabe? Que até nossos ciclos menstruais eram praticamente iguais! Resultado: O Romeu dela é 1 dia só mais velho que meu Enzo!)
Depois do curso farei meus comentários (críticas ou sugestões) aqui na página!
:)

12 de junho de 2012

Grupo de Gestantes e Mães Assistidas pelo Centro Espírita Arapary - Itabuna BA


Como já falei anteriormente aqui, estou muito feliz em ter retornado a palestrar mensalmente no Grupo de Gestantes e Mães assistidas pelo Centro Espírita Arapary!

O Tema de hoje será Aleitamento Materno e os 10 passos para uma alimentação saudável (O Guia Alimentar para crianças de até 2 anos do Ministério da Saúde)

Mês que vem (julho) tem mais... e em agosto também né? Aliás, isso já vai depender se Enzo vai deixar! heheh Mas como eu sempre falo, depois eu volto e coloco Enzo num sling para palestrar com ele no colo! 

9 de junho de 2012

A Placenta

" A placenta é um órgão fascinante! O único órgão do corpo humano que se desenvolve para um propósito específico e é, então, expelido quando não é mais necessário. A placenta tem muitas funções importantes, desde estabelecer o ambiente dentro do útero durante a gravidez, até preparar os seios para nutrir o bebê após o nascimento. "


Imagem: Esta é uma arte feita com a placenta após o nascimento. Um carimbo da árvore da vida!


Fonte: http://www.facebook.com/pages/Comparto/370665002944006

8 de junho de 2012

Documentário "Os dilemas profissionais da mulher mãe"

"A sociedade deveria reconhecer a gestação, o parto e a amamentação como um trabalho da mulher para a sociedade. A mulher deveria ter uma carga de trabalho menor que a do homem pra ter esse oportunidade de gerar cidadãos saudáveis para a sociedade."
Marcus Renato de Carvalho . Pediatra/Docente UFRJ/Especialista em Amamentação (editor do site www.aleitamento.com.br)

Assistam os vídeos do documentário:

7 de junho de 2012

Chá de Fraldas de Enzo

No último sábado dia 02 fiz o Chá de Fraldas para meu bebê... confesso que no começo não queria fazer, não achava tão necessário, estava preocupada com gastos, etc. Mas aos poucos fui entrando completamente no clima e o resultado foi uma festinha fofa, nas cores branca, azul e verde, toda temática (do Cebolinha claro!)
Recebi ajuda de familiares e alguns amigos, todo mundo deu duro para fazer o evento dar certo! A arrumação, decoração, fazer os brigadeiros, árvores de jujubas, as tortas... tudo começou quase 2 dias antes! No final, deu praticamente tudo certo!
E o melhor de tudo: Ganhamos mais de 3 mil fraldas!!!!!!!! (Estou falando de unidades claro, não pacotes hehe) 

O resultado vocês conferem aqui abaixo nas fotos que espero que inspirem outras mamães a organizar o Chá de Fraldas delas!

Eu e Enzo (detalhe para a blusa que comprei  no site Camiseta da Mamãe) e a mesa principal do Chá.
Mais uma foto da mesa principal
E mais uma, agora em outro ângulo!
Bolo de Fraldas que eu fiz! (Aprendi a fazer via Youtube)
Árvore de Jujubas 
Mais uma árvore de jujubas, brigadeiro de copinho e torta de chocolate
Também fiz uma Moto de Fraldas (aprendi no youtube) e coloquei o Cebolinha também!
A moto de fraldas ficou na mesa da lembrancinhas que foram feitas pela Festa Show
Lembrancinhas temáticas - Festa Show
Lembrancinhas temáticas - Festa Show
Bis e Baton Temáticos - Festa Show
Bis e Baton Temáticos - Festa Show
Tortas Salgadas que ganhei
Mesa dos biscoitinhos doces
Os Centros das Mesas eram xícaras grandes com jujubas e pirulitos
Na entrada da festa coloquei um varalzinho com roupinhas e babadores que Enzo ganhou e coloquei o cercadinho (da Turma da Mônica lógico!) para receber as fraldas dos convidados...
...e no final da festa o cantinho de presentes de Enzo ficou assim!!! Lotado!!!
:)
Espero que tenham gostado das fotos... tudo foi feito com muito amor e carinho não só por mim, mas pela nossa família e amigos que participaram ativamente! Muito obrigada a todos que ajudaram a tornar esse dia tão especial!

6 de junho de 2012

06 de Junho - Dia do Teste do Pezinho


O Teste do Pezinho é um exame realizado em recém-nascidos que tem por objetivo prevenir o desenvolvimento de doenças que podem levar à deficiência intelectual e causar inúmeras outras sequelas à saúde da criança.

O Teste do Pezinho realizado pela FEPE para os recém-nascidos paranaenses diagnostica as seguintes doenças: Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e outras Hemoglobinopatias, além da Deficiência da Biotinidase. Estas são doenças congênitas, de herança genética, que, se diagnosticadas e tratadas precocemente, oportunizam desenvolvimento normal às crianças afetadas. 

O Teste do Pezinho é gratuito e obrigatório, por isso, todo bebê nascido em território brasileiro deve fazer o teste no momento da alta hospitalar. Sendo um Programa Nacional de Triagem Neonatal, implantado pela Portaria nº 822/2001 do Ministério da Saúde, garante o direito ao exame a todos os recém-nascidos, e tratamento àqueles com diagnóstico positivo para alguma das doenças triadas.


COMO É REALIZADO

O Teste do Pezinho é um exame simples e quase indolor realizado através da coleta de gotinhas de sangue do calcanhar do recém-nascido – daí o nome popular do exame. Essas gotinhas são coletadas pelo profissional de enfermagem em um papel filtro. Após a secagem do sangue nesse papel, as amostras são enviadas ao Laboratório da FEPE para análise.
Para que o procedimento ocorra de forma tranquila é recomendado que a mãe segure o filho em pé, no seu colo. Dessa forma, o bebê se sentirá mais seguro e a posição do pezinho, voltado para baixo, facilitará a saída de sangue.

QUANDO DEVE ACONTECER


A coleta do sangue para o Teste do Pezinho deve acontecer preferencialmente quando o bebê completar as 48 horas de vida, mas sempre na alta hospitalar, independentemente do tempo de vida de bebê.

6 DE JUNHO: DIA NACIONAL DO TESTE DO PEZINHO


A Lei que institui o Dia Nacional do Teste do Pezinho foi sancionada pelo governo federal no dia 6 de dezembro de 2007. O projeto de lei, apresentado pelo Senador Flávio Arns, a pedido da Unisert - União Brasileira dos Serviços de Referência em Triagem Neonatal, teve por finalidade informar à população sobre a importância do teste e garantir seu desenvolvimento e continuidade.

Prevenir a deficiência intelectual e a evolução de outras doenças graves no bebê significa, para a família, evitar problemas sociais, econômicos e emocionais; e, para a comunidade e o Estado, a redução de grandes recursos especializados, que deverão ser colocados à disposição por toda a vida da pessoa com deficiência.