Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

O corte do cordão umbilical

Imagem
Já no primeiro minuto de nascimento o cordão umbilical que liga a mãe ao recém nascido é cortado. Mas, de acordo com uma nova pesquisa, deixar o cordão intacto por mais alguns minutos pode ser benéfico para o bebê. Foi apenas no último século, com o avanço da medicina, que os médicos passaram a cortar o cordão mais cedo.

Segundo os pesquisadores, o obstetra/ginecologista deveria deixar o cordão umbilical por mais tempo para que o sangue que está nele possa ir para o corpo do bebê. Além disso, ele carrega nutrientes da placenta da mãe que podem ser úteis para a criança.

Também há células tronco que ficam no cordão umbilical e que podem ser transferidas para o organismo da criança.  O risco de doenças crônicas seria diminuído, principalmente em bebês prematuros ou que sofreram outros problemas de parto.

Então, se você é uma futura mamãe, converse com seu obstetra sobre a possibilidade dele deixar o cordão umbilical intacto por alguns minutos depois do nascimento.


Fonte: http://hypesci…

Vitamina A na Gravidez

Imagem
Se alguém lhe perguntasse sobre os benefícios do Retinol, talvez você não soubesse responder. Pois este é o nome que os cientistas dão para a famosa Vitamina A. Quando se fala nela, geralmente não se diz os seus benefícios, e sim o que sua ausência causa.

E já se sabe que há chance de cegueira e a mortalidade infantil é elevada quando ela falta. A novidade é que a Vitamina A, ingerida por grávidas, melhora a função pulmonar das crianças.

Encontrada em abundância em alimentos como fígado, frutas, leite e seus derivados, sua “nova função” foi descoberta por cientistas médicos de Maryland (EUA). Eles fizeram um teste com crianças de 9 a 13 anos no Nepal. Sim, a idéia era comprovar que o benefício da Vitamina A pelas mães se prolonga para quando as crianças já estão formadas, e não apenas enquanto bebês.

O teste foi feito assim: as mães das crianças participantes foram acompanhadas desde a gravidez. Algumas receberam suplemento de vitamina A e outras não. Quando as crianças atingiram a i…

Superforma pós-gravidez?

Imagem
Padrão alimentado por celebridades, que exibem corpos perfeitos pouco depois de dar à luz, pode ser nocivo para quem se torna mãe.

Uma campanha publicitária de uma marca de lingerie estreou ontem com a top Gisele Bündchen. Ela aparece nas fotos com o corpo perfeito de sempre. Até aí, nenhuma novidade. O que espanta no ensaio é o fato de Gisele ter sido fotografada apenas três meses depois do nascimento de Benjamin, seu primeiro filho.

Gisele não é a única. Muitas grávidas famosas fazem retornos triunfais às capas de revista em tempo recorde depois do parto. A cantora Claudia Leitte ganhou seu primogênito Davi em 20 de janeiro do ano passado. Foi capa da edição da revista Nova, em maio do mesmo ano, com 10 quilos a menos, creditados por ela a uma dieta balanceada, exercícios físicos e drenagem linfática.

Mas é mesmo normal voltar à boa forma em tão pouco tempo?

O ginecologista e obstetra Malcolm Montgomery explica que a recuperação do corpo após a gravidez é muito individual. Com acom…

Sobre o uso da Chupeta

Imagem
A chupeta é sempre sinônimo de polêmica, muitas crenças estão envolvidas no uso deste acessório: ela poderia reforçar a musculatura da boca do neném, acalmá-lo e até "ensinar" a sugar melhor o peito da mãe. Ela tornou-se algo cultural: as bonecas vêm com chupetas e algumas só param de chorar se o pedaço de plástico for encaixado em sua boca.

O pediatra Luciano Borges, da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), desaconselha absolutamente esse acessório. "Durante séculos os bebês viveram sem chupetas e viveram bem. Algo que não é natural, não pode fazer bem às crianças", afirma o médico.

Um dos grandes problemas se dá para a mãe: o movimento de sucção necessário para pegar a chupeta é diferente do movimento para sugar o peito. Isso pode causar uma "confusão de bico", na qual o bebê acaba sugando o seio de forma errada, podendo causar até fissuras no seio e correndo o risco de retirar menos leite do que necessita. "Muitas mães chegam aos consultórios…

12/05 - Dia do Enfermeiro

Imagem
12/05 - Parabéns a todos enfermeiros que com muito amor se dedicam para tornar essa linda profissão cada vez mais humanizada!!

"Curar às vezes,
aliviar frequentemente,
confortar sempre"

(Willian Osler)



A palavra “Enfermeiro” é a tradução do inglês da palavra NURSE que se formou a partir da junção das palavras em latim: “nutrix”, que significa Mãe, e do verbo “nutrire”, que tem como significados criar e nutrir.

A atuação dos Enfermeiros é muito importante na prevenção, combate e continuidade do tratamento das diversas patologias. Hoje podemos dizer que não seria possível constituir um serviço de saúde sem o profissional de Enfermagem.

Atualmente a enfermagem tem cerca de 100 mil Enfermeiros no Brasil, e em conjunto com os Técnicos e Auxiliares de Enfermagem perfazem 900 mil profissionais trabalhando na Enfermagem.

A luta dos profissionais de Enfermagem é pela melhoria das condições laborais como a redução da carga horária de trabalho para 30 horas semanais e estabelecimento …

Feliz Dia das Mães

Imagem
Ela tem a capacidade de ouvir o silêncio.
Adivinhar sentimentos.
Encontrar a palavra certa nos momentos incertos.
Nos fortalecer quando tudo ao nosso redor parece ruir.
Sabedoria emprestada dos deuses para nos proteger e amparar.
Sua existência é em si um ato de amor.
Gerar, cuidar, nutrir.
Amar, amar, amar...
Amar com um amor incondicional que nada espera em troca.
Afeto desmedido e incontido, Mãe é um ser infinito.

(Trecho do livro Minha mãe, meu mundo)

Anderson Cavalcante



.
.

Recomendo que leiam esta linda e emocionante historinha da Turma da Mônica que fala sobre as mães:

http://www.monica.com.br/historias-antologicas/maes/welcome.htm
.

Gestação Ectópica

Imagem
Quando a gravidez acontece fora da cavidade uterina, chamamos de gravidez ectópica. Isso acontece quando há a impossibilidade da passagem do ovo para a cavidade uterina. As causas mais frequentes incluem quadros inflamatórios, tumores ou anormalidades do desenvolvimento das trompas, fumo, envelhecimento do aparelho reprodutor feminino e uso de DIU, entre outras.

A grande maioria das gestações ectópicas se desenvolvem na trompa e, em função dos sintomas adversos experimentados pela mulher, a gravidez não chega a termo.


É fundamental o diagnóstico precoce dessa ocorrência, uma vez que constitui-se uma emergência clínica e até cirúrgica. Fique atenta se sentir dores abdominais que começam de maneira discreta e se tornam quase insuportáveis. Da mesma forma, são sinais importantes o pulso rápido e pressão baixa.



Fonte: http://grupogestarte.blogspot.com/2010/05/o-que-e-gestacao-ectopica.html
.

Atividade física e Sexualidade na Gestação

Imagem
Até três meses


- Ioga e pilates ajudam a educar a respiração para o parto normal. O trabalho postural evita desconfortos na lombar.
- O desejo sexual pode aumentar devido à maior vascularização na região pélvica.
- É possível praticar quase todas as posições, desde que não se faça muita força no colo do útero

Cuidados

- Sedentárias não devem começar atividade física.
- Mesmo para quem fazia atividades antes, os médicos recomendam que parem nas primeiras 12 semanas ou diminuam a intensidade até o terceiro mês de gestação.
- Quem já sofreu abortos anteriores ou ameaças deve evitar relações sexuais nas primeiras 22 semanas


Três a seis meses

- Quem não praticava exercícios antes deve começar agora. Atividades como caminhadas, pilates, ioga, natação e hidroginástica são recomendáveis
- A ioga trabalha os músculos perineais, com exercícios de contração e relaxamento. Além de desenvolverem uma musculatura fundamental para o parto normal, os exercícios aumentam a irrigação na região, estimuland…

Síndrome do bebê sacudido

Imagem
É comum um bebê chorar até três horas por dia, afinal essa é a única forma que ele tem para se comunicar e informar que está com sono, fome ou incomodado com o barulho, por exemplo. Mas no interior de muitos lares essa manifestação é rebatida por adultos com violentas sacudidas.

Um ato condenável, que acontece com uma frequência muito maior do que se imagina. De tão recorrente virou alvo de um projeto internacional para preveni-lo.

A campanha, que teve início na Austrália, já está em mais de 150 países e acaba de ser lançada no Brasil.

O objetivo da campanha é chamar a atenção de pais, babás, outros cuidadores, educadores e médicos para o problema e suas consequências. No meio científico, ele é chamado de síndrome do bebê sacudido.

A violência pode provocar danos neurológicos, cegueira e até a morte do bebê. “Essa também é a causa mais comum de traumatismo craniano não acidental entre crianças menores de 3 anos”, afirma o psicoterapeuta João Figueiró, presidente do Instituto Zero a…

Terapias Naturais na Gestação

Imagem
A gestação é um momento em que a mulher passa por intensas transformações: alterações hormonais, oscilações emocionais e desconfortos físicos que podem ser decisivos para a perda de qualidade de vida da gestante.

Os cuidados da maternidade moderna melhoraram significativamente, ampliando a saúde e bem-estar da mulher grávida. A Medicina tem papel fundamental na proteção da saúde da mãe e da criança, porém o suporte oferecido pelas Terapias Naturais não deve ser subestimado.

Neste sentido, tais práticas surgem como aliadas no tratamento das queixas mais comuns deste período, como enjôos matinais, dores nas costas, inchaços, sensibilidade aumentada nos seios, insônia, etc.

Estas terapias são aplicadas com sucesso também durante o parto, e pós-parto, auxiliando no tratamento de desequilíbrios como a depressão pós-parto e dificuldade de amamentação, além de contribuírem em situações como infertilidade e abortos, complementando as ações da Medicina Convencional.

As Terapias Alternativas…

Gravidez altera a visão

Imagem
Durante a gravidez as alterações hormonais influem na saúde ocular e aumentam o risco de surgir graves doenças nos olhos. De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, a maioria das gestantes apresenta a síndrome do olho seco, uma alteração na quantidade ou qualidade da produção lacrimal que está relacionada ao aumento da produção de estrogênio.

“Ardência, coceira, queimação, olhos vermelhos e irritados, visão borrada que melhora com o piscar, lacrimejamento excessivo, sensibilidade à luz, desconforto após ver televisão, ler ou trabalhar ao computador são alguns dos sintomas”, diz.

Segundo Queiroz Neto, o tratamento é simples. “Por ser um problema temporário é feito com lágrima artificial (colírio), que é uma medicação inócua sem efeitos adversos sobre o feto. Há casos que basta estimular a produção lacrimal por meio de dieta com pouco carboidrato, gordura e carne bovina, porém rica em vitaminas A e E (presentes em alimentos como as frutas, verdur…

O sorriso do bebê

Imagem
Um simples sorriso pode revelar muito sobre o desenvolvimento de um bebê. Até mesmo algumas doenças podem ser diagnosticadas a partir de sua interpretação. É o caso do autismo, por exemplo. Um dos sinais de seu início é o desinteresse da criança em se comunicar, além da falta de sorrisos, sugerem estudos. Ou seja: sorrir não é só uma manifestação de alegria, como também tem relação direta com o desenvolvimento cerebral. Veja quais os tipos de sorrisos que seu pequeno pode estar distribuindo por aí e aprenda como funciona cada um deles.



Sorriso falso

"Tão pequenino e já malandro?", você pode estar pensando. Mas não é bem assim. Os sorrisos ainda sem dentinhos que os bebês disparam logo depois de nascer são espontâneos e aleatórios, mas nada têm a ver com bom humor. Esses sorrisos são desencadeados simplesmente pela queima de neurônios no tronco cerebral. Esse primeiro movimento da boca é como se fosse um sorrisinho falso!


Sorriso de alegria

Um verdadeiro sorriso de alegria vem …

Dia Internacional da Parteira

Imagem
05 de maio é o Dia Internacional da Parteira! Essa data foi instituida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1991, as parteiras são de extrema importância devido a seu histórico e belíssimo trabalho de assistência ao parto!

Sua função é tão antiga quanto a própria humanidade. Através da história foram perseguidas, combatidas e caluniadas pelos representantes da sociedade que detinham certos poderes, tais como sacerdotes, administradores, médicos. Muitas vezes considerada ignorante e perigosa para a mãe e a criança, além de faltar ao asseio em suas práticas. Na Idade Média chegaram a ser queimadas nas fogueiras da inquisição.

Assistir ao nascimento é uma função sagrada. Um chamado de Deus para defender a vida nascente.

No Brasil, as parteiras através de sua história até os dias de hoje, são inúmeras e incontáveis. Em algumas regiões viajam a pé, a cavalo, em pequenas embarcações, por estradas, por rios ou no meio da mata. Às vezes, devido às dificuldades de locomoção, passam vári…

Participação do Pai

Imagem
Dicas para a participação efetiva e afetiva do PAI na GESTAÇÃO:

1. Participe da escolha da equipe de saúde.

Afinal, eles é que vão cuidar de sua mulher e de seu filho neste momento tão importante. Não fuja dizendo: "confio na escolha dela". Eles vão, inclusive, determinar se você vai participar do parto e como.

2. Acompanhe sua mulher em todas as consultas e exames.

Não perca a oportunidade de ouvir o coração de seu filho ou de vê-lo na ultrassonografia mesmo que sua sogra insista e que sua mulher ache que "não precisa".

3. Matricule-se num curso de preparação para casais grávidos.

Você vai encontrar outros homens com as mesmas preocupações e vai poder esclarecer um monte de dúvidas além de se preparar para participar ativamente do parto.

4. Desenvolva sua vida sexual.

É comum que ocorra uma diminuição do seu apetite sexual sexual ou dela. Não se afaste, procure a orientação de uma monitora perinatal, de uma psicóloga ou do médico e conserve a respeito. Mesmo qu…

Maio - Mês da Doula

Imagem
Desde o início, as mulheres dão à luz acompanhadas de outras mulheres. Além da parteira – responsável pelo nascimento -, sempre estiveram presentes amigas, parentes ou vizinhas da parturiente, para oferecer-lhe todo o apoio necessário nessa hora importantíssima.

Normalmente, são pessoas que já passaram por esta situação, e estão lá para transmitir conhecimento e carinho. Basta observar que, nos quadros antigos que retratam cenas de partos, sempre aparecem mulheres à volta da futura mamãe.

E não apenas como simples espectadoras do nascimento, mas como personagens activas, que reconfortam as costas da mulher, seguram sua mão, preparam o ambiente, aquecem a água, secam o suor que escorre de sua testa… Enfim, legítimas doulas!

E tudo culminou com a publicação, em 1996, de um guia da OMS. Nele, há referências directas às doulas:

A doula fornece apoio emocional, consistindo de elogios, reafirmação, medidas para aumentar o conforto materno, contacto físico, como friccionar as costas da part…

A rotina do sono

Imagem
A partir dos quatro meses, é importante que o bebé associe a hora de dormir a uma rotina. Cada família criará a sua, podendo utilizar a chupeta, ursinho ou outros meios de associação ao sono. O sono é o reflexo do equilíbrio total da criança, em particular da sua segurança afectiva e relacional. Para a criança, um sono adequado durante a noite é uma pré-condição essencial para um bom alerta durante o dia.

Quantas horas os bebés precisam dormir?

A tabela que a seguir se apresenta é apenas orientativa. Cada criança deve ser vista como um caso único para que sejam respeitadas as suas características individuais, assim como os hábitos de cada família.

Idade / Número aproximado de horas de sono:


Recém-nascido / 16 a 20 horas por dia (intercaladas entre três e quatro)

1 mês / 16 a 18 horas por dia (intercaladas entre três e quatro)

4 meses / 9 a 12 horas + duas sestas (duas a três horas cada)

6 meses / 11 horas + duas sestas (uma a duas horas cada)

9 meses / 11 a 12 horas + duas sestas (…

Bebês e a sensibilidade tátil

Imagem
Recém-nascidos não enxergam nem ouvem muito bem, mas sua sensibilidade tátil é surpreendente. Antes mesmo do nascimento a capacidade manual para discriminar objetos já está bem desenvolvida, como verificaram pesquisadores da Universidade de Grenoble, na França, ao estudar prematuros nascidos após 33 semanas de gestação.

O artigo publicado na revista PLoS One é o primeiro a mostrar que esses bebês, tal como os que nascem no tempo previsto, apresentam um aparato neural maduro para essa habilidade, preferem a novidade e, portanto, já estão aprendendo.

Foram analisados 24 prematuros que pesavam, em média, 1,5 kg. Como a maioria deles precisa de cuidados médicos especiais na primeira semana de vida, os testes foram realizados 15 dias após o parto. O experimento se baseou no conceito da habituação, no qual os bebês, uma vez expostos a diferentes estímulos sensoriais, exibem maior interesse pela sensação nova e respondem cada vez menos àquilo que já foi apresentado.

Os pesquisadores colocar…

Mudanças no vínculo mamãe-bebê

Imagem
Os nove meses de gestação se passaram, o parto já aconteceu e um novo membro está presente na família. Os primeiros meses transcorrem com cada dia sendo uma nova descoberta, principalmente na relação entre a mamãe e seu bebê.

Com o passar dos meses cria-se um vínculo emocional, e a criança percebe sua mãe fazendo parte dela, como se a figura materna fosse sua continuidade. Podemos dizer que ambas constituem uma só unidade.

Estudos mostram que no intermédio do primeiro e o quinto mês de idade, a relação apresenta-se através da simbiose, ou seja, destacando o desenvolvimento emocional, em que a criança está unida à mãe em uma matriz única e indistinta - uma completando a outra: suprema perfeição. A mãe reconhece à distância o choro de seu bebê, seja este de fome, frio, ou necessidade de trocar a fralda. Ao passo que o bebê reconhece todas as características de sua mãe.

Por volta dos cinco meses, tem início um processo pelo qual a criança começa a perceber, não só o mundo que a rodeia, m…

Nitrato de prata (Método Credé)

Imagem
Em 1881, para prevenção de oftalmia (conjuntivite) gonocócica (causada pelo gonococo ou Neisseria gonorrhoeae, bactéria que pode ser transmitida da mãe para o bebê no canal do parto, caso ela esteja infectada), iniciou-se o uso do nitrato de prata a 1%.

O nitrato de prata causa uma conjuntivite química, levando a uma resposta inflamatória com efeito antibiótico secundário.

Ele é instilado no saco conjuntival inferior (detalhe técnico... é pingado no olhinho, como se fosse um colírio!), e o excesso da medicação é removido com gaze. Não se deve lavar os olhos do bebê logo em seguida. Portanto, não se assuste se o seu bebê lhe for entregue com os olhos e pálpebras "manchados" pela medicação. Vai melhorar nas próximas horas/dias.

Pode-se retardar o uso da medicação por até uma hora (não mais que isso), para evitar a rotura do contato visual precoce entre mãe e filho na sala de parto, já que o nitrato de prata pode diminuir a abertura ocular e inibir a resposta visual (coisa tem…