Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Ser boa mãe representa grande cobrança para mulheres

Imagem

Recado do Recém Nascido

Imagem

Música Brasil Sem Aborto - Nando Cordel

Imagem

Brasileiras sofrem maus-tratos durante o parto

Imagem
Pesquisa divulgada pela Fundação Perseu Abramo e pelo Sesc mostra que uma em cada quatro mulheres afirma ter sofrido maus-tratos durante o parto.

Os dados dizem respeito tanto em hospitais públicos quanto em privados e foram colhidos de 25 unidades em 176 municípios espalhados pelo Brasil durante o mês de agosto do ano passado.

Ao menos 23% das entrevistas ouviram frases humilhantes, como "Não chora não que ano que vem você está aqui de novo" (15%) ou, "Na hora de fazer não chorou. Não chamou a mamãe, por que está chorando agora?" (14%), ou ainda "Se ficar gritando, vai fazer mal para o seu neném. Seu neném vai nascer surdo". Cerca de 25% das mulheres também reclamaram de terem sofrido algum tipo de violência durante o atendimento.






As queixas mais comuns são:
- Fez exame de toque de forma dolorosa (10%);
- Negativas ou não oferecimento de algum tipo de alívio para a dor (10%);
- Ouviram gritos (9%);
- Não receberam informações sobre algum procedimento (9…

Sorveteria inglesa cria sorvete feito com leite materno

Imagem
Uma sorveteria em Londres, na Inglaterra, criou um sorvete feito com leite materno. O estabelecimento paga 15 libras por cerca de 300 ml de leite. O sorvete ganhou o apelido de "Baby Gaga". O fundador da sorveteria "Icecreamists", Matt O'Connor, destacou que a novidade será vendida a 14 libras.
Veja as fotos em: http://g1.globo.com/planeta-bizarro/noticia/2011/02/sorveteria-inglesa-cria-sorvete-feito-com-leite-materno.html

Bebês nasceram para dançar!

Imagem
Eles mal começam a dar os primeiros passos e já ficam empolgados com diferentes sons. Quem já não notou como os bebês gostam de música?  Um estudo realizado na Universidade de York, na Inglaterra, analisou bebês entre cinco meses e dois anos de idade e detectou que os pequenos podem nascer com uma predisposição para se mover ritmicamente em resposta à música.  Os bebês escutaram vários estilos musicais e seus movimentos foram registrados em vídeo e em tecnologia 3D. 

Fonte: http://modaebemestargestante.blogspot.com/2011/02/bebes-nasceram-para-dancar.html
.

Gases em Bebês

Imagem
Tanto os bebês como os adultos podem ter gases no estômago ou no intestino (sobretudo no intestino grosso). Mas são duas questões completamente diferentes.

O gás encontrado no estômago é ar, ar normal e corrente que o indivíduo engoliu (é o que os médicos chamam aerofagia, engolir ar). Os bebês podem engolir ar ao se alimentar, ou ao chorar, também quando chupam dedo ou chupeta.
O gás que está no intestino é diferente, basta cheirá-lo para perceber. Contém nitrogênio do ar deglutido (o oxigênio foi absorvido pelo tubo digestivo) e gases que são produzidos no próprio intestino pela digestão de certos alimentos e que dão seu odor característico.
Quando um bebê engole muito ar, seria possível que soltasse muito “pum”, porém é mais fácil que o excesso saia por cima, com arrotos. Um excesso de gases no intestino é mais provável que seja proveniente da digestão que do ar deglutido.
Quando o bebê não mama corretamente, porque está com a pega errada ou tem outra dificuldade, é possível que tome…

Os prematuros, muito sensíveis à dor, devem ser objeto de cuidados mais suaves

Imagem
Os prematuros estão ficando a salvo de um grave erro: há mais de vinte anos, pensava-se que eram insensíveis à dor. Numerosos procedimentos invasivos, incluindo cirurgias, eram praticados sem anestésico. Hoje os médicos sabem que é o inverso: os bebês pré-termo são frequentemente mais sensíveis do que os outros e tem, portanto, necessidade de uma atenção muito particular. Este é o ponto central da reunião da PremUp, fundação de pesquisa dedicada à gravidez e à prematuridade, sobre o tema " A dor do feto e do recém-nascido prematuro", no sábado 5 de Junho.
PACIENTES SUJEITOS A MAIS DOR E ESTRESSE
Mais sensíveis, os recém-nascidos prematuros são submetidos a maior número de atos médicos: as coletas e os diagnósticos repetidos são as principais fontes de dor. "Nas primeiras horas de vida, podem ser realizadas até quatro coletas de sangue por dia", explica Natacha Michelin, enfermeira em neonatologia no hospital de Port-Royal em Paris, que cuida diariamente de prematuros…

A formação de Parteiras no Brasil

Imagem

Estudos comprovam a existência do instinto maternal

Imagem
Aos poucos a ciência começa a comprovar eventos até então subjetivos, como o instinto maternal, por exemplo. Durante muito tempo nós vivemos sob as crenças de que o instinto maternal seria algo que toda mulher precisa ter ou manifestar, até para que possa ser considerada uma boa mãe pela sociedade. Em 2009, a Universidade de Oxford publicou uma pesquisa que soma esforços junto com outros trabalhos para esclarecer melhor os fatos. Segundo o estudo, finalmente, foi descoberta uma região no cérebro que é responsável pelo instinto maternal.
Em primeiro lugar é importante diferenciar instinto de amor maternal. Amor maternal é o carinho, um vínculo amoroso que se intensifica à medida em que o bebê nasce e o convívio se intensifica. Enquanto que o instinto maternal tem a ver com querer proteger e suprir a necessidade de alguém, com sentir um impulso e sair correndo para salvar a vida do seu filho e, tendo em vista este objetivo, fazer tudo o que for preciso. Exatamente como os b…

Mães que optam pelo parto em casa devem se atentar à legislação na hora de registrar o bebê

Imagem
O conforto de estar em casa, a possibilidade de ter maior contato com o marido e a família logo após o nascimento do bebê e uma recuperação mais tranquila estão entre os principais benefícios citados pelas mulheres que optam pelo parto domiciliar. Geralmente feito por quem vive em regiões isoladas e sem acesso à assistência médica, o parto em casa também tem adeptas nas grandes cidades e até mesmo entre celebridades, como a modelo Gisele Bündchen, que afirmou ter dado a luz ao seu filho Benjamin na banheira de sua casa, nos Estados Unidos. Entretanto, mulher que pretende realizar o parto em casa deve se atentar para as regras na hora de registrar o bebê. A roteirista Renata Dias Gomes, do Rio de Janeiro, sem saber da legislação específica para esses casos, não conseguiu registrar o filho na primeira ida ao cartório.
Burocracia
“Fui com a DN [declaração de nascimento] emitida pelo obstetra, meu marido e meu filho ao cartório, mas mesmo assim eles exigiram duas testemunhas”, contou. Para e…

Monthy Python - O Milagre do Nascimento

Imagem

Estimulando seu bebê

Imagem
Os bebês nascem com a estrutura pronta para o aprendizado, mas dependem da sua estimulação
Quando o bebê nasce, já está em condições de se adaptar ao mundo externo, pois seus diversos sistemas – circulatório, respiratório etc. - estarão organizados e prontos para funcionar. O sistema nervoso também já estará apto para trabalhar, permitindo que o bebê desenvolva a interação com o ambiente.
O cérebro, por meio dos sentidos - visão, audição, paladar, olfato e tato - receberá informações, planejará e realizará suas respostas. Embora pronto, ele ainda não é capaz de desenvolver aprendizados, espontaneamente, de modo automático. É necessário que receba estímulos. Estes aprendizados sucessivos, dos mais elementares aos mais complexos, é que farão a criança se desenvolver.

Um lactente de 2 a 3 meses que não for incentivado a manter a sua cabeça ereta quando estiver no colo, por exemplo, terá dificuldades em conseguir fazer isso. Deixado no berço, deitado a maior parte do tempo, seus progressos m…

Será que é normal?

Imagem
Sonecas, regurgitação, cólicas. Confira as principais dúvidas dos pais de primeira viagem sobre o desenvolvimento do recém-nascido e o que fazer em cada situação.
Levar o bebê para casa pela primeira vez é um momento especial para os pais. Em meio às visitas e aos presentes, as mudanças na rotina trazidas pelo recém-nascido e o desejo de não errar podem gerar ansiedade. O melhor a fazer é respirar fundo e lembrar que em pouco tempo vocês conhecerão bem o bebê. Para ajudá-los a relaxar, pedimos a especialistas que respondessem as perguntas mais frequentes nos consultórios dos pediatras.

É normal meu filho de apenas três meses não tirar sonecas longas durante o dia?
O sono do bebê é muito variável. Logo que nasce, ele dorme muito, acordando praticamente só para mamar. As crianças passam a ficar mais tempo acordadas a partir do segundo mês de vida. Com três meses, o padrão médio é dormir cerca de duas horas pela manhã, duas horas à tarde e mais duas horas no fim do dia, antes do sono da noi…