Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Meu bebê não pode tomar leite!

Imagem
Fonte: http://www.clinicafgo.com.br/newsletter.html

Olho na balança, mamãe!

Imagem
Fonte: http://www.clinicafgo.com.br/newsletter.html

Desenvolvimento Fetal

Imagem
Desenvolvimento embrionário - fertilização até a 6a semana e anatomia reprodutiva feminina.


8ª Semana
Mãe
Faltaram 2 períodos menstruais. Os seios começam a preparação para a amamentação; as glândulas mamárias crescem; a circulação aumenta. Aumenta a frequência urinária - o útero pressiona a bexiga. Possíveis indisposições digesivas.
Embrião
Um sistema nervoso primitivo se forma.Formação de esqueleto de cartilagem; dedos da mão e do pé se formam. Os órgãos digestivos se formam. Os olhos e características faciais são identificáveis. A batida do coração e os vasos sanguíneos principais já estão presentes


12ª Semana
Mãe
Fundo uterino acima do limite da pelve. A placenta funcionando totalmente.Início das contrações uterinas de Braxton-Hicks que permanecem durante toda a gravidez.
Feto
Os músculos funcionam. As pálpebras se formam. O sexo pode ser determinado. Os rins produzem a urina.


16ª Semana
Mãe
Os seios alcançam o tamanho máximo. As aréolas aumentam e escurecem. Os tubérculos de Mont…
Imagem
Sim, os bebês tem necessidade de leite, mas muito mais de serem amados e receberem carinho. Serem levados, embalados, acariciados, pegos e massageados
(Frédérick Leboyer)

Imagem
Tocar é a primeira comunicação que um bebé recebe e a primeira linguagem do seu desenvolvimento transmite-se através da pele. "

(Ashley Montaggu)

Depois do nascimento: mudanças à vista!

Imagem
Depois que o bebê nasce, cai o nível de progesterona e outros dois hormônios passam a ser protagonistas: a prolactina, que estimula a produção de leite, e a ocitocina, que é responsável pela contração do útero para a expulsão do bebê na hora do parto e pela ejeção do leite.

Devido a essa nova condição hormonal e física, entre o segundo e quarto dia após o parto, a mulher pode apresentar uma leve tristeza, que não deve ser confundida com a depressão pós-parto, um problema bem mais sério e que deve ser tratado com o auxílio médico.

Essa sensação de apatia e desânimo dura no máximo seis semanas, período em que normalmente a ex-gestante se acomoda no novo papel de mãe. “Ela vai perceber que algumas fantasias vão se tornar realidade e outras não. Há uma reestruturação na sua forma de pensar. Fica claro que agora existe um novo ser que depende dela”, explica Ricardo Monezi.

Mais uma vez o apoio familiar e do companheiro são essenciais. Ao homem, cabe o sentimento de compreensão pela nov…

BENEFÍCIOS DA DANÇA DO VENTRE APÓS A GRAVIDEZ

Imagem
Com a gravidez, o corpo da mulher sofre um verdadeiro bombardeio hormonal. As alterações ocorrem em ritmo alucinante, são inúmeras e constantes.

Tudo isso deve ser encarado com descontração e alegria. Estar grávida, gerar e dar a luz, é pura força da natureza – é êxtase, vida!

Depois, do bebezinho em mãos, queremos tudo de volta no lugar certo. O período do puerpério, também conhecido como pós-parto ou resguardo dura em torno de seis a oito semanas e só termina com o retorno das menstruações. Nele a mulher experimenta ainda muitas modificações, tendendo a voltar ao estado que a caracterizava antes da gravidez.

Em nenhuma outra fase da vida modificações físicas tão grandes acontecem em tão curto espaço de tempo. Todos os órgãos, principalmente os genitais, se recuperam das alterações ocorridas ao longo da gravidez e do parto, e nessa fase se inicia a lactação. Além disso, importantes modificações psicológicas ocorrem.

Tenha calma! Este é o tempo de que o organismo da mulher precisa par…

Pré-natal - Os exames que esclarecem suspeitas

Imagem
Quando os exames de rotina levantam qualquer suspeita, os médicos sacam da manga testes de alta tecnologia para verificar o quadro. A evolução da medicina nessa área permite que casos complicados, como as doenças cardíacas, sejam solucionados ainda no útero ou logo após o parto. Veja alguns exames para situações para lá de especiais.

Amniocentese

É o exame que mais assusta as gestantes, pois consiste em retirar o líquido amniótico através de uma punção na barriga com uma agulha bem fina. Além de ser um pouco dolorido, ele aumenta o risco de abortamento. Mas, como o líquido amniótico é rico em informações genéticas sobre o bebê, sua análise é uma poderosa ferramenta para diagnósticos. Ele detecta, com 99% de certeza, alterações como a síndrome de Down. É indicado quando a translucência nucal está alterada. “Também o recomendamos para mulheres acima de 35 anos, se existe antecedente de má-formação fetal ou se for necessário avaliar a maturidade pulmonar do bebê”, explica o obstetra Luiz …

Americana engravida durante gravidez

Exame de ultrassom detecta segundo feto, duas semanas mais novo que primeiro.

A americana Julia Grovenburg, de Fort Smith, no Estado de Arkansas, está grávida de duas crianças geradas, aparentemente, em ocasiões diferentes, segundo informações da imprensa americana.

Julia, de 31 anos, descobriu que estava grávida e foi fazer uma ultrassonografia de rotina, na 11ª semana, quando descobriu que havia outra bolsa gestacional em seu útero, com um feto duas semanas e meia mais novo.

Segundo ela contou à imprensa americana, o susto foi tão grande que ela começou a se sentir mal.

Segundo os médicos, esse provavelmente é um caso de superfetação

"Passamos três anos tentando engravidar, e nada. Não quisemos tomar remédios para fertilidade, porque não queríamos gêmeos. Deus acabou rindo por último", disse Julia Grovenburg ao jornal New York Daily News.

Segundo os médicos, esse provavelmente é um caso de superfetação, quando a mulher concebe novamente, já estando grávida.

Aparentemente, o…

Baby Yoga & Yoga Pós-parto

Imagem
O Pós - Parto é um período muito importante e deve ser bem trabalhado, assim como foi a gravidez.

Para poder amamentar com tranqüilidade a mulher deve estar feliz e não nervosa, como muitas vezes acontece. A atenção de todos deixou de ser para ela e passou a ser para o bebê. Ela não tem muito tempo para cuidar da sua beleza. O guarda-roupa dos últimos nove meses não serve mais. O abdome ainda encontra-se avolumado e o quadril também.

Enfim, muitas condições adversas. Por esses motivos o yoga pós–parto é recomendado. É uma série mais ousada, com maior número de exercícios para pôr a barriguinha no lugar, inclusive de dentro para fora, ou seja, útero e adjacências, tonificar as pernas, nádegas, alongar as costas, que ficam tensas durante a amamentação, fortalecer a musculatura do braço, que necessita de carregar o bebê, e equilibrar a mente e as emoções.

O mais importante do yoga pós-parto é que a mãe pode continuar tendo o bebê em sua companhia, só que em vez de estar dentro da sua bar…

Ingurgitamento mamário

Imagem
O ingurgitamento mamário ocorre quando há um aumento na vascularização e congestão das mamas devido ao acúmulo de leite humano.

O ingurgitamento caracteriza-se por edema e sensibilidade e pode ocorrer só na região da aréola ou na mama inteira. A aparência da mama fica volumosa e edemaciada, pele brilhante e possivelmente avermelhada.

Quando ocorre o processo de ingurgitamento a criança fica impossibilitada de ter uma boa pega e de sugar de forma adequada o leite e com isso mamar corretamente, o que resulta em uma amamentação dolorosa para a mãe e difícil para o bebê, causando frustração em ambos.



O tratamento do ingurgitamento consiste no aumento da freqüência das mamadas e extração manual do leite (a ordenha), manter as mamas elevadas com o uso de um sutiã de lactação adequado e utilizar compressas quentes ou duchas de água morna antes das mamadas para causar uma vasodilatação e facilitar a saída do leite (mas atentar quanto à sensibilidade local para não causar queimaduras) e comp…

Estrias, inimigo natural da gestante

Imagem
Entenda por que elas aparecem mesmo e golpeiam a autoestima. A boa notícia é que os tratamentos estão cada vez mais eficientes

Mesmo mantendo os cuidados necessários com a pele e fazendo um controle rigoroso no peso, podem aparecer estrias na barriga, nádegas e seios, especialmente no último mês de gestação. Trata-se de uma queixa muito comum nos consultórios. Surge uma sensação de frustração, principalmente em mulheres que tiveram um cuidado mais apurado com o corpo durante a gravidez. “O resultado é desastroso para a autoestima”, afirma a cirurgiã plástica Cristina Camargo.

A definição da médica especialista em estética não é muito animadora: “O aparecimento de estrias nas últimas semanas de gestação é natural e frequente”. Nesse período, explica, há um considerável aumento de peso do bebê, que já está totalmente formado e se preparando para nascer.

No início, as estrias que se formam são vermelhas ou cor de vinho e, com o passar do tempo, elas se tornam esbranquiçadas. O surgimento …

Os brinquedos e sua função

Imagem
Qual o menino que nunca se divertiu com a agilidade da bola, o fascínio de um carrinho ou o colorido de um pião? As meninas adoram suas bonecas, companheiras de todas as horas, junto com o ursinho, que tem lugar certo, bem ao lado do travesseiro, no berço. Cada um deles com uma importante função no desenvolvimento motor e emocional da criança.

Carrinho

Desde pequenos, eles se identificam com esse brinquedo. O conhecido bibi – ruído da buzina – já é balbuciado pelos bebês quando aprendem a falar. O movimento do carro chama a atenção das crianças, que transportam pedrinhas, folhas e bonecos, estimulando, assim, a imaginação. Quando comprar, cuidado na escolha do modelo. Dependendo da idade de seu filho, evite os que têm peças miúdas, que podem se soltar.

Boneca

Unanimidade entre as meninas, a melhor amiga. É fácil se identificar com elas, com formas tão semelhantes às humanas: olhos, boca, braços, pernas. Despertam o instinto maternal. Com elas, sua filha desenvolve o potencial afetivo.

Nã…

Inchaços (Edema) na Gravidez

Imagem
É muito comum que grávidas reclamem de inchaços durante a gravidez. Não é para menos, afinal, pernas e braços inchados são mesmo muito incômodos. Para garantir uma gestação tranquila e evitar ao máximo os inchaços, é preciso conhecer o corpo e, claro, algumas dicas para contornar pequenos males.

A médica ginecologista Rosa Maria Neme garante que os inchaços são completamente normais e ocorrem especificamente em algumas partes do corpo. "Os períodos de maior inchaço na gravidez são no primeiro trimestre e, principalmente, no final da gestação. Eles acontecem principalmente nos membros inferiores, mãos e face", detalha.

Rosa explica ainda que os inchaços são decorrentes da progesterona produzida em grande quantidade no início e no final da gestação, devido a uma alteração na parte vascular pelo aumento do volume do útero.

"Mas clima mais quente, condições de vida que mantenham a mulher em pé durante o dia, falta de exercícios físicos e de drenagem linfática durante a ges…

Otite na infância

Imagem
Identificar o motivo do choro às vezes se torna um verdadeiro martírio para muitas mães. Ao invés das cólicas, as mães também devem cogitar a hipótese da dor de ouvido.

Em alguns casos, a dor está relacionada à otite, inflamação no ouvido ocasionada pelo acúmulo de líquido no sistema auditivo, que tem sintomas como febre alta, choro mais intenso e líquido que sai das orelhas. Na infância, otite média é a mais comum, por causa da anatomia da criança e ainda a deficiência do sistema imunológico. "Logo após a gripe, a otite atinge 30% das crianças entre seis meses a três anos", afirma a pediatra Lucia Bricks, doutora em Medicina pela USP.

É uma infecção simples, mas deve ser tratada o mais rápido porque causa desde a perda momentânea até permanente de audição. Assim que você desconfiar da dor no ouvido e for buscar um profissional de saúde, usar compressas quentes ajudam a diminuir a dor, mas com o cuidado para evitar queimaduras.

"Os pais também devem estar atentos ao pr…

Mãe e filho: um amor único

Imagem
Depois de nove meses de gestação, o bebê chega ao mundo para a aventura da vida. Ele, que no útero materno, recebia segurança, tranqüilidade e alimento, passa a conhecer o frio, a fome, luzes e ruídos intensos. Nessas horas, nada como contar com uma presença protetora.

Iniciada com a própria gravidez, a relação mãe-filho é tão profunda, que ao nascer, o neném sequer percebe que se trata de duas pessoas diferentes: confunde seu corpo com o corpo materno. Por isso, nada mais natural que ele espere - e conte - com a ajuda da mãe, para se adaptar às complicações da vida extra-uterina.

Chegando ao mundo

O pequenino precisa se acostumar, conhecer, estabelecer relações com ela, a primeira e principal habitante de seu novo mundo. Com a mãe, também vai aprender a maneira de comunicar suas necessidades e de ser mais facilmente compreendido. Assim, à medida em que cresce, formará, lentamente, a sua própria imagem.

Nessa fase, a ajuda de outras pessoas é sempre bem-vinda para a família. Mas deixa…

I SEMINÁRIO EM SAÚDE DA MULHER

Imagem
INSCRIÇÕES:
abenfo.ba@gmail.com
http://abenfobahia.blogspot.com/

Gêmeos. E viva a diferença!

Imagem
De tão iguais, muitas vezes nem os parentes mais próximos conseguem distinguir. Por isso mesmo, a tendência é tratar os gêmeos como se fossem uma única pessoa. O que pode interferir, negativamente, no desenvolvimento de suas personalidades. Aqui, alguns erros comuns.

* Nada de roupas idênticas ou de cor semelhante. Cada um dos bebês deve ter seu estilo próprio, que pode muito bem ser diferente.

* Muito cuidado para não trocar os nomes na hora de chamar os gêmeos. Eles se ressentem disso mais tarde, desenvolvendo um sentimento de rejeição e tentando provar que são pessoas únicas, que não podem ser confundidas.

* Carinho e atenção na mesma medida para as duas crianças fazem com que elas cresçam mais seguras e autoconfiantes.

* Se comprar uma roupa para um, dê um livrinho para o outro. Por que eles deveriam ter os mesmos interesses? Melhor que recebam o presente como alguma coisa muito particular.


* Os gêmeos não precisam ter brinquedos iguais, já que podem (e devem) compartilhá-los. Ensine…

CADÊ O LEITE ?

Imagem
Depois do parto, leva alguns dias para o leite propriamente dito aparecer. Mas, antes dele, você produz o mais importante de todos os alimentos para o seu bebê: O Colostro.

Amamentar é uma experiência rica e inesquecível. Toda mãe sente uma pontinha de orgulho ao ver seu filho crescer graças ao seu leite. O início nem sempre é fácil, mas com paciência e perseverança a maioria das mulheres tem êxito nessa empreitada.

No entanto, muitas mamães desconhecem o mecanismo da amamentação: como se dá a produção do leite? O que é esse tão falado colostro? Quanto tempo leva para o leite descer de fato? “As dúvidas são muitas, mas o segredo é um só: quanto mais o bebê suga, mais leite a mãe produz”, afirma a ginecologista e obstetra Arícia Giribela.

Para entender melhor o mecanismo da produção de leite, dá para comparar a mama a um conjunto de cachos de uva. Cada uva representa um alvéolo, que é responsável pela produção do leite e se abre nos dutos. Os dutos se unem para formar os seios galactófo…

Palmada pode atrapalhar desenvolvimento de crianças

Matéria do Fantástico, exibida hoje - 20/09/09

Amor Incondicional

Imagem
Clique AQUI e reflita sobre esta comovente história

Amanhã - Campanha contra a Pólio

Imagem
A Poliomielite, geralmente chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma infecção altamente contagiosa causada pelo póliovirus.

Em uma porcentagem pequena de pessoas infectadas, o vírus ataca as células nervosas no cérebro e na espinha dorsal, particularmente as células nervosas da espinha dorsal que controlam os músculos envolvidos nos movimentos voluntários como caminhar. A destruição destes neurônios causa paralisia permanente em um em cada 200 casos.

:)

Imagem

Cuidados Essenciais com a Higiene do Bebê

Imagem
Bebês podem usar perfumes ?
Algumas gotinhas de colônia infantil estão liberadas, principalmente depois de um banho relaxante. Mas atenção: escolha produtos desenvolvidos especialmente para o seu filho – a pele dos pequenos é muito delicada e pode apresentar irritações se entrar em contato com os perfumes indicados para adultos. E nada de exagerar na quantidade. Afinal, os bebês são naturalmente cheirosos...

Preciso ferver a água para dar banho no meu filho ?
Você só precisa aquecê-la um pouco. A temperatura deve ser agradável, nem muito quente, nem muito fria, ou o pequeno vai abrir o berreiro quando entrar na banheira. Os médicos recomendam entre 34 e 38 graus centígrados, para a pele do bebê não ficar ressecada. Como verificar se está no ponto? Basta encostar o cotovelo na água, já que essa é parte do corpo que mais se assemelha à pele infantil. Se estiver morna, banho nele.

Posso usar cotonete para limpar as orelhas do bebê ?
Desde que não seja introduzido no ouvido, o bastonete co…

Escolas usam cães para ensinar

Imagem
Isso mesmo! Uma nova disciplina está encantando a criançada. Em vez de giz de cera e massinha de modelar, os materiais obrigatórios são guias e coleiras
Na nossa infância éramos fascinadas pelo Snoopy e Scooby Doo, cachorrinhos espertos que nos deixavam boquiabertos. Queríamos que osnossos simples bichinhos tivessem a mesma esperteza e agilidade do que os das telinhas.

Os anos se passaram, a geração se renovou, os desenhos animados se modernizaram e o mesmo carisma dos amiguinhos de quatro patas permaneceu. Hoje, a simbologia do colega afetuoso continua estampada
em cãozinhos divertidos e inteligentes, como o Doki, mascote do Discovery Kids.

Qual é o bebê que não arregala os olhinhos e abre aquele sorriso gostoso quando vê um au au balançando o rabinho? Acho que a maioria, não é mesmo?

“Acredita-se que as crianças que crescem com algum bichinho de estimação sejam mais amorosas”, afirma a diretora-pedagógica Angela Bocchile, da Escola Infantil Doce Geração, em Cotia, SP.

Sobre a nova aula

O Colostro

Imagem
Colostro é amarelo, transparente, levemente salgado e com aparência aguada. No entanto tem maior valor nutritivo que o próprio leite e transmite ao bebê anticorpos da mãe, protegendo-o contra algumas doenças.

Depois de alguns dias o colostro vai clareando e tornando-se mais opaco, até chegar ao leite materno, que é definitivo.

É produzido até o 7º dia. Do 7º ao 15º é um leite de transição e depois disso é produzido o leite maduro.

Em escritos religiosos antigos, o leite humano era chamado de sangue branco, pois se acreditava que a mãe transmitisse parte de seu fluido vital quando oferecia o seio ao filho recém nascido.

Os seios da mãe, preparados por 9 meses pelos hormônios estrógeno e progesterona, esperam que o bebê se despeça do seu ventre e os sugue com convicção, como qualquer filhote mamífero.

Quando os lábios do bebê tocam os terminais nervosos do mamilo, um impulso elétrico vai até a hipófise da mãe, - uma glândula na base do cérebro, - e avisa, como uma campainha, que o fregu…

Infecção Urinária na Gestação

Imagem
As alterações hormonais na gravidez deixam a mulher mais vulnerável a algumas doenças, entre elas a infecção urinária. Tudo porque a progesterona – hormônio que prepara o útero para fertilização e implantação do óvulo – relaxa os músculos da uretra, diminuindo a velocidade do fluxo da urina dos rins para a bexiga. O resultado: um ambiente favorável à proliferação de bactérias.

O sintoma, muito comum em mulheres entre 20 e 50 anos, é agravado na gestação e, além de causar dor e desconforto, pode ter conseqüências mais sérias, especialmente se atingir os rins.

Atenção a estes sinais

Sintomas que não deixam dúvidas: dor ou queimação ao urinar; dor nas costas e no estômago; tremores, suores, calafrios; febre; náuseas e vômitos; maior ou menor quantidade de urina do que a habitual; vontade freqüente e incontrolável de urinar; xixi com cheiro forte, podendo ter sangue ou pus; dor durante as relações sexuais.

Tratamento

A infecção pode se agravar e alcançar um ou os dois rins. Fique atenta à dor…

Emagrecer após o Parto

Imagem
Após o parto, a mãe deseja emagrecer...
A preocupação com os quilos extras adquiridos durante a gravidez, geralmente, é minimizada em função de uma causa maior: o nascimento do bebê. Mas no pós-parto, o excesso de peso ganha uma nova proporção para a maioria das mulheres.

A ansiedade natural pelo período delicado põe à prova toda a habilidade feminina. É comum que a mulher fique ansiosa neste período. As alterações hormonais pelas quais a mãe passa durante os nove meses de gestação e as bruscas mudanças hormonais que ocorrem durante e após o parto podem torná-la mais melancólica e angustiada.

Essa labilidade emocional parece se dever à brusca queda hormonal pela qual ela passa ao se separar do feto e da placenta, responsável pela secreção de hormônios em doses altíssimas durante toda a gestação. Somando-se a todos estes fatores, a mulher também se sente insegura quanto à possibilidade de voltar ao seu peso e às suas formas corporais de antes.

Felizmente, após o parto, o peso corporal …

O poder da Acupuntura

Imagem
Não se trata de uma descoberta recente. A Acupuntura existe há milhares de anos na China. No entanto, demorou para ter sua eficácia comprovada cientificamente, o que ocorreu há pouco tempo. É verdade: estas pequenas agulhadas podem ajudar - e muito - a diminuir alguns desconfortos comuns na gravidez. E, o melhor, com pouquíssimos efeitos colateriais.

Indolor e eficiente

"Os efeitos terapêuticos da acupuntura foram confirmados por estudos capazes de mostrar que a inserção de agulhas em pontos específicos do corpo ativa determinadas áreas do cérebro, relacionadas com o controle da dor, da ansiedade, das emoções, de vômitos e náuseas, entre outros. Ela promove alterações na secreção de neurotransmissores (centrais e periféricos) e de neuro-hormônios, além de ocasionar aumento do fluxo sanguíneo e da imunidade", explica Dr. Juang Horng Chau, professor do curso de Especialização em Acupuntura do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Ao contrário do que muita gente pensa, é praticamente …

Ácido fólico é saúde para o bebê

Imagem
Poucas grávidas o conhecem pelo nome e sabem da importância que tem. Mas ele não é, nem um pouquinho, difícil de se encontrar. Quer a prova? Está presente no feijão (preto ou branco) de cada dia, e também no grão-de-bico, espinafre, brócolis, repolho cru, levedo de cerveja, pão integral. E mais: no fígado, nas folhagens verde-escuras, na lentilha, couve-flor, cenoura, laranja e banana.

Indispensável no cardápio durante os nove meses, o ácido fólico - ou folacina - atua na produção das células sangüíneas, na duplicação do DNA, onde todo o nosso código genético está registrado, no desenvolvimento do sistema nervoso e na renovação celular.

Por que é fundamental para o neném? Basta dizer que previne anomalias cardíacas, alterações congênitas, como o lábio leporino, e diminui em 75% a incidência de malformações ligadas ao fechamento do tubo neural, entre elas a anencefalia (falta de cérebro) e a espinha bífida (falta de fusão das vértebras da coluna que sustentam a medula).

Em quantidade…